Ninguém vai a aniversário de menino autista e estranhos fazem festa incrível

-
Por Monique de Carvalho
Compartilhar
Imagem de capa para Ninguém vai a aniversário de menino autista e estranhos fazem festa incrível
O menino autista recebeu cartões de aniversário e uma festa após ninguém aparecer no aniversário dele - Foto: arquivo pessoal

O Harry, um menino autista, teve o “melhor aniversário de todos os tempos”, mas não foi por causa dos colegas da escola, porque ninguém foi na festa. O garoto recebeu centenas de cartões, presentes e uma festa incrível depois da ajuda de estranhos que souberam o que houve e decidiram agir rápido. (fotos abaixo)

A história se espalhou após a mãe de Harry explicar nas redes sociais que o menino queria jogar boliche na festa de 11 anos, mas teve dificuldades para conseguir companhia por preconceito.

“Eu falei para ele que precisava saber quais amigos ele queria que fossem à festa para que eu pudesse enviar os convites […] Ele disse dois nomes, mas quando perguntei novamente, ele disse que eles não tinham permissão para vir […] as mães proibiam outros garotos de brincarem com ele por ser autista“, contou a mãe de Harry, Hannah.

O caso aconteceu em Chesterfield, na Inglaterra, mas logo a indignação chegou a várias partes do mundo.

Desabafo

Como forma de desabafo sobre essa situação, Hannah resolveu compartilhar a história nas redes sociais.

Não demorou muito para que as primeiras mensagens de apoio ao Harry chegassem. Pouco depois, alguns estranhos perguntaram a Hannah se podiam enviar cartões de aniversário para Harry.

Hannah disse que ficou espantada com a quantidade de cartões que o filho recebeu. Ela contou que as cartas chegavam de todos os lugares do mundo!

“Gostaria de poder compartilhar cada mensagem. Todas foram tão tocantes, lindas e recebidas com tanta gratidão. Há centenas de cartões, mas ele passou por cada um deles… lido e relido. E saiba como somos gratos. “, escreveu Hannah em um post no Facebook.

Festa de aniversário

Mães de outros garotos, quando souberam do ocorrido, também se ofereceram para jogar boliche com Harry, no dia do aniversário dele.

Diversas mães e os filhos delas apareceram no boliche no dia marcado e Harry pôde realizar o desejo que tinha pedido para a mãe.

É assim que se faz. Ninguém deve aguentar preconceito e ficar calado.

As redes sociais deram voz a todos e temos que aproveitar esse espaço para protestar, pedir ajuda e lutar pelos nossos direitos.

Tá certíssima a mãe do Harry!

Parabéns ao menino e a todas as pessoas solidárias que se comoveram e decidiram mostrar que a maioria dos seres humanos é boa. Juntos podemos substituir por amor as maldades das pessoas poucas e pequenas.

Crianças aparecem na festa de Harry - Foto: Hannah Elizabeth Brinkworth

Outras crianças apareceram na festa de Harry – Foto: Hannah Elizabeth Brinkworth

Harry e a mãe, Hannah - Foto: arquivo pessoal

Harry e a mãe, Hannah – Foto: arquivo pessoal

Cartões de aniversário enviados por estranhos - Foto: arquivo pessoal

Cartões de aniversário enviados por estranhos – Foto: arquivo pessoal

Com informações de Sunny Skyz