Ex-dependente vira guarda da rainha da Inglaterra e conta como se libertou

-
Por Rinaldo de Oliveira
Compartilhar
Imagem de capa para Ex-dependente vira guarda da rainha da Inglaterra e conta como se libertou
Paul, ex-dependente em heroína se recuperou e conta em livro como virou guarda da rainha da Inglaterra - Fotos: reprodução / Facebook

Veja a importância de não desistir. Um ex-dependente de drogas conseguiu se recuperar e hoje é guarda da rainha da Inglaterra, Elizabeth II.

Paul Boggie, de 42 anos, contou a história de como como largou o vício em heroína e se tornou um dos responsáveis pela segurança real no livro Heroin to hero – Da Heroína ao Herói, em tradução livre.

Ele escreveu o livro durante a pandemia e os lucros revertidos da publicação vão para pessoas em situação de rua. Atualmente, dá palestras em escolas para falar do risco do uso de drogas e conversa de forma gratuita com detentos, para estimulá-los a largar o vício.

A história de superação

A história começa quando ele tinha 18 anos e resolveu experimentar heroína pela primeira vez. “Estavam todos amontoados em um pequeno Fiesta [carro da Ford] e eu só vi o lampejo da folha de alumínio, mas não sabia o que era”, conta.

“Não havia agulhas, colheres ou cintos. Quando entrei no carro, o cheiro era horrível, como peixe podre. É assim que cheira a fumaça de heroína”, relembra.

“Não pensei que fosse viciar, não levei isso a sério”, contou ele, relembrando que a droga ainda não havia afetado seu corpo e que ele não tinha o “estereótipo de viciado”. A ficha caiu quando ele ficou oito horas sem conseguir comprar a droga e se desesperou.

“Fiquei apavorado. Lembro-me de quando finalmente peguei a droga, me senti incrível. Todas as dores físicas, os calafrios, o nariz e os olhos vermelhos desapareceram”, relata. “Mas, então, pensei: ‘Ah, não, acho que acabei de assinar minha sentença de morte’. Foi assim que percebi que corria perigo porque adorava heroína. Naquele momento, caiu a ficha de que eu era um viciado”, conta.

Como saiu do fundo do poço

Com o passar do tempo, Paul emagreceu drasticamente e perdeu o emprego.

Após 13 tentativas falhas para se livrar do vício, ele encontrou forças em um curso na ONG Cyrenians, voltada para pessoas em situação de rua.

Lá, Paul enxergou o que havia acontecido com a vida dele.

Um dia, ele olhou para si mesmo no espelho de seu quarto e se questionou: “‘O que é o que você quer? Não volte a pedir heroína de novo, porque você não vai tê-la’, e foi isso”, relembra. Ele nunca mais voltou a usar drogas.

A virada

Após ganhar peso, ele ingressou na Scots Guards aos 30 anos e, após seis meses, foi designado para trabalhar no Palácio de Buckingham.

Atualmente Paul vive em Fife, na Escócia, com a esposa e sua filha

“Quando entrei para a Guarda Escocesa, fiquei muito orgulhoso do que havia conquistado. Lembro-me de ter pensado: ‘Uau, alguns anos atrás eu era viciado em heroína e agora estou fazendo a segurança do palácio”.

Paul aos 18 anos, quando se afundou no submundo das drogas - Foto: arquivo pessoal

Paul aos 18 anos, quando se afundou no submundo das drogas – Foto: arquivo pessoal

Paul como guarda da rainha após se livrar das drogas - Foto: arquivo pessoal

Paul como guarda da rainha após se livrar das drogas – Foto: arquivo pessoal

Paul hoje com o livro que conta sua história de superação. - Fotos: arquivo pessoal

Paul hoje com o livro que conta sua história de superação. – Fotos: arquivo pessoal

Com informações do DailyMail