Cirurgia de médico brasileiro faz cego enxergar

3051
Foto: Divulgação|Foto: Divulgação
Foto: Divulgação|Foto: Divulgação

O médico Flávio Rezende – o quarto da direita para esquerda na foto acima – é o primeiro brasileiro a realizar uma operação que devolverá a visão a uma pessoa cega.

O procedimento foi realizado nesta terça-feira no Hospital Maisonneuve-Rosemont, no Canadá, e durou cerca de quatro horas.

O cirurgião, chefe do Departamento de Retina da Universidade de Montreal, implantou um chip na retina de uma mulher de 51 anos.

O mecanismo receberá imagens de uma câmera instalada no óculos da paciente e as enviará ao cérebro.

Ele conta que a tecnologia está bem no início e que a paciente vai enxergar em preto e branco, mas até o ano que vem a cirurgia ajudará a enxergar colorido.

O médico explica ainda que as imagens não são iguais às que enxergamos. É uma visão digital, em pixels.

Indicações

A tecnologia é indicada para pessoas com distrofias que afetam as células receptoras de luz da retina (mais comuns em idosos).

No Canadá e nos EUA, uma pessoa pode ser submetida a esse tipo de cirurgia a partir dos 25 anos, já na Europa pacientes a partir dos 18 anos podem ser operados.

Como

O chip implantado faz o papel dos fotorreceptores e manda a imagem capturada pela câmera instalada no óculos que será usado pelo paciente para o cérebro, por meio do nervo óptico.

Para transmitir as informações do óculos para o chip, a tecnologia utiliza radiofrequência que, segundo o médico, é mais estável e menos suscetível à interferências externas como aconteceria no caso do uso de Wifi.

O médico explicou que os óculos tem uma antena sem fio que se comunica com o olho.

Mas para funcionar o nervo óptico deve estar funcionando e depende também do tamanho do olho dela.

Flávio Rezende conta que é tudo artesanal. Cada prótese é feita para um paciente.

No Brasil

 

Existe a intenção de que seja trazida para o Brasil.

De acordo com Rezende, a empresa detentora da tecnologia pretende apresentar a proposta à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para obter o aval e trazer o olho biônico para o país.

Preço

Por enquanto a cirurgia é para poucos.

Ela custa cerca de US$ 170 mil – cerca de 680 mil reais.

Com informações de OGlobo