Nigéria liberta 241 mulheres e crianças de terroristas

672
Foto: reprodução Twitter|Foto: reprodução/Twitter|Foto: reprodução/Twitter
Foto: reprodução Twitter|Foto: reprodução/Twitter|Foto: reprodução/Twitter

Militares nigerianos libertaram 241 mulheres e crianças que estavam no acampamentos do Boko Haram na na fronteira com Camarões.

Um dos líderes do grupo terrorista, chamado Bulama Modu, foi capturado junto com outros 43 guerrilheiros.

Sani Usman, um porta-voz do exército nigeriano, disse que as mulheres e as crianças libertadas estão sendo entrevistadas para determinar se são vítimas de sequestro, ou membros das famílias dos terroristas.

Fotos da operação da última terça-feira, postadas no Twitter pelo exército nigeriano, mostram mulheres segurando trouxas de roupas ao lado de crianças pequenas próximo de caminhões militares.

Por que?

Cerca de 2 mil mulheres e crianças foram sequestradas pelo Boko Haram desde janeiro de 2014 como parte de uma estratégia para se criar de um estado legislado pela religião islâmica na região, informou a Anistia Internacional.

O Boko Haram ganhou destaque no noticiário internacional ao sequestrar 276 estudantes do sexo feminino em uma escola no vilarejo de Chibok, no estado de Borno, em abril do ano passado.

O exército não soube informar se entre o último grupo de reféns libertado nesta semana estão as meninas estudantes.

Com informações da MarieClaire