A mais bela montanha do mundo: adivinha onde fica

2105
Foto: Divulgação|||Foto: Blue Ice Matterhorn/ski-zermatt
Foto: Divulgação|||Foto: Blue Ice Matterhorn/ski-zermatt

Por Ninna Crot, de Savigny, na Suíça, para o SoNotíciaBoa

A principal característica do território suíço, localizado nos Alpes, ao norte da Itália, são as montanhas que alcançam alturas esplendorosas como : Punta Dufor, 4.637 metros (considerada a mais alta), Weisshoàn, 4.505 metros, Matterhorn, 4.478 metros e Combin Grand, 4314 metros.

É  em Zermatt, cidade com cerca de 5.900 mil habitantes, que se encontra uma das grandes atrações suíças: o Matterhorn, uma das mais belas e esplendorosas montanha do mundo.

Com um admirável contorno piramidal, ela é considerada pelos suíços o marco zero dos Alpes e símbolo nacional suíço, apesar de a metade de Matterhorn pertencer ao território italiano.

Você pode embarcar no teleférico mais alto do mundo com destino ao Matterhorn Glacier Paradise.

História

Considerada a maior caverna de gelo do Eisriesenwelt, ela foi esculpida pela erosão causada pelas águas do Rio Salzach, que passou por dentro desta montanha por mais de 100 milhões de anos.

Sua descoberta se deu em 1879 pelo cientista Anton Posselt, mas a Matterhorn só virou atração turística mesmo em 1920, quando foi criado um caminho pela montanha para os turistas que exploravam o local.

Com isso tornou-se popular e hoje recebe em torno de 200 mil visitantes por ano.

Considerada um monumento nacional, Matterhorn só pode ser visitada por guias autorizados. Eles explicam durante todo o percurso, que dura cerca de 1 hora, como se deu a formação geológica da gruta e o seu descobrimento.

Para acessar esse paraíso é preciso percorrer várias etapas : uma caminhada de vinte minutos, que é feita do estacionamento até o teleférico.

O trajeto dura cerca de três minutos para levar os turistas ao cume da montanha de Matterhorn, situada a quase 1.580 metros acima do nível do mar.

Em seguida, vem a última etapa que conta mais vinte minutos de caminhada feita por uma estreita e pequena estrada dentre as rochas da montanha.

Também é oferecida a opção de fazer a trajetória através de uma caminhada de 90 minutos. Tudo isso é muito compensador pela beleza que a gruta oferece.

A entrada de Eisriesenwelt é enorme, e pode ser vista de longe. Possui 20 metros de largura por 18 de altura, localizada a 1000 metros de altitude.

Apesar do frio que faz lá dentro – a temperatura média no verão é de zero grau – o passeio é imperdível.

Com o derretimento da neve na primavera, a água se infiltra entre as fendas no interior da caverna e formas esculturas e colunas gelo.

As paredes são esculpidas pelo vento gelado que penetra por inúmeras aberturas, formando cascatas de gelo e por colunas que se modificam a cada ano.

 

Foto: Blue Ice Matterhorn/ski-zermatt

Foto: Blue Ice Matterhorn/ski-zermatt

Cavernas

Durante o inverno, as cavernas criam um efeito chaminé que mantém o gelo. Já durante o verão, a temperatura aumenta um pouco e derrete o gelo.

No entanto, quando a estação muda novamente e frio das montanhas retorna, o gelo se recupera. Este incrível espetáculo muda conforme o tempo, modificando sua aparência, por isso, é um atrativo em constante mudança.

Como as cavernas não estão iluminadas, cada um dos visitantes recebe uma lanterna ou lâmpadas de magnésio, que geram pouco calor e não causa danos à temperatura do local.

As vistas mais espetaculares são iluminadas com fita de magnésio.

Depois é necessário subir uma escadaria de 134 metros, de onde já é possível admirar lindas formações de estalactites e esculturas de gelo de grande efeito.

Palácio de Gelo

O passeio brinda a oportunidade de ver formações de gelo surpreendentes, como o Órgão de gelo e Castelo de Hymir.

O destaque fica para o Palácio de Gelo, um enorme salão de 400 metros de profundidade que hipnotiza os visitantes. Seu paredão de gelo de 25 metros impressiona.

No verão, o derretimento do gelo produz um novo espetáculo, formando lagoas e cascatas.

Embora seja a maior caverna de gelo do mundo, apenas o primeiro quilômetro da caverna – onde são feitos os tours – é coberto de gelo.

O restante é coberto de calcário.

montanha_suiça2

Como chegar

Eisriesenwelt está localizado a cerca de 40 quilômetros ao sul de Salzburgo, na pequena cidade chamada Werfen.

Para chegar até as cavernas com transportes públicos é necessário ir até Salzburg Hauptbahnhof e comprar um bilhete para Werfen.

A partir daí, você deve pegar um ônibus até o estacionamento Eisriesenwelt. Do estacionamento, andar cerca de 20 minutos para o Hütte Wimmer, para pegar o teleférico. E depois mais 20 minutos de caminhada.

Outra maneira é comprar o passeio oferecido pelas agências de turismo, que sai desde Salzburgo e inclui transporte de ida e volta, guia turístico e entrada na caverna.

Os horários de funcionamento são durante maio e junho das 9:00 às 15:30h; Julho e Agosto das 9:00 às 16:30h; em Setembro e Outubro das 9:00 às 15:30h.

Importante

  • As cavernas ficam abertas apenas entre Maio e final de Outubro.
  • O tour tem uma duração de 75 minutos.
  • Filmagem e fotografia são proibidas.
  • Reserve de 3 a 4 horas para a visita.
  • É indicado usar calçados confortáveis, além de camadas de roupas, porque mesmo no verão as temperaturas no resto da caverna ficam abaixo de zero.