Congele a crise: frutas no freezer. Veja como fazer

1573
Foto: Aliexpress / YuFeng_Art_Inn||
Foto: Aliexpress / YuFeng_Art_Inn||

A série de reportagens Substitua e Economize, do SóNoticiaBoa e VidadeCozinheiro, continua hoje falando de frutas, mas com uma outra pegada: como fugir dos preços altos e ter sempre em casa as frutas que você mais gosta, mesmo fora da estação.

Por Mari Bontempo, do VidaDeCozinheiro, para o SóNotíciaBoa.

Em tempos de crise, o bom e velho freezer pode ser a solução para economizar, sem abrir mão da qualidade e das frutas que você gosta.

Tá, eu sei. Ninguém mais tem aquele trambolho em casa. O rei da cozinha nos anos 90 foi aposentado há anos e, em muitos lares, virou móvel da área de serviço…  Mas não se engane: estocar suas preparações, principalmente as polpas de frutas sazonais pode ser uma boa saída.

Estamos vivendo, novamente, o medo do terrível monstro da maquininha de reajuste de preços.

congelando-crise-close-2

Fuja da inflação

Pode parecer drama mas, infelizmente é verdade. Imagine a cena: você vai hoje ao supermercado e o quilo da laranja está a R$ 1,90 mas você dá bobeira e não compra. Volta amanhã e já encontra a fruta a R$ 4,00 o quilo.

Ou pior: você compra por R$ 1,90 mas em pouca quantidade com receio de a laranja estragar. Quem nunca passou por isso? E isso acontece com quase todos os itens do sacolão.
Mas esse cenário assustador tem como ser evitado! Você pode salvar o bolso e economizar idas desnecessárias ao supermercado com o nosso mais novo velho amigo: o freezer (agora, no caso, o congelador da geladeira)!
Quase todas as frutas, verduras e legumes podem ser congeladas e é aí que está o pulo do gato! De hoje em diante você irá às compras de olho no melhor preço!
Como fazer
Normalmente os artigos da estação estão mais em conta (dica: a tabela das safras de frutas, verduras e legumes da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo – CEAGESP – é bem completa).
Sendo assim, você só vai comprar o que tiver fresco e barato e em quantidade suficiente para uns 15 dias (não adianta comprar muito também porque não vai caber no freezer, né?). Se hoje foi a laranja, amanhã será a melancia e depois a manga e assim por diante.
Para cada produto você vai seguir as normas de higiene, de porcionamento – a divisão do que se come ao longo do dia em porções – e de congelamento, porque cada ingrediente deve ser guardado no freezer de uma forma.
O que vale pra todos são as regras de higiene que devem ser seguidas durante a manipulação (conheça a Cartilha da Anvisa sobre Boas Práticas para Serviços de Alimentação) e o tempo de congelamento dos produtos, que não deve ser superior a um mês.
Sei que pode parecer um pouco confuso e trabalhoso no início mas, depois que você pegar a prática e decorar (como todo bom cozinheiro, você vai saber de cor e salteado o que pode ou não) os processos de congelamento dos alimentos, você vai ver que não é um bicho de sete cabeças…
Agindo dessa forma você economiza tempo e dinheiro! Deixo registrado, abaixo, os processos de congelamento dos ingredientes mais usados, ok? Agora só falta você fazer as pazes com o seu freezer e ir às compras! Uma boa economia pra todos nós!!!

Foto: Dailyfinance.com / Shutterstock.com

Principais frutas consumidas 

– Abacate: faça uma papinha (usando um mixer) ou amassasse (com um garfo) e acrescente umas gotas de limão para evitar que a fruta escureça. Coloque-o em um recipiente hermeticamente fechado (ou em um saquinho – que é bem menor e contribui para otimizar o espaço interno do congelador). E guarde-o no freezer. Para descongelar a fruta, deixe-a em temperatura ambiente. Uma ótima dica de sobremesa rápida e bem saborosa usando o abacate é a mousse (veja a minha receita). Bem fácil de fazer!!!
– Abacaxi: pode ser congelado ao natural, cortado em fatias.
– Ameixa: pode ser congelada inteira, ao natural, com caroço e com casca. Lembre-se, apenas, de lavá-la antes com detergente neutro.
– Amêndoas, avelãs, castanhas e nozes: congele-as sem cascas e em pequenas porções.
– Amoras: lave e seque bem as frutinhas, que devem ser congeladas ao natural. Uma opção para dar menos trabalho é usar um mixer, fazer um purê das frutas e congelar essa pasta (que pode ser usada depois como base de uma calda, mousse ou ingrediente para suco).
– Banana: não deve ser congelada a não ser que a ideia seja fazer um belo sorvete! Confira a receita do meu sorvete caseiro no post “Yonanas: Sorvete feito em Casa“.
–  Goiaba: deve ser congelada em forma de purê. Use a dica que dei para o congelamento da amora.
– Laranja e limão: esprema as frutas e congele o suco. Uma ideia bem simples e que reduz o espaço de congelamento de líquidos ao mesmo tempo que realiza o porcionamento do líquido é usar as forminhas de gelo. Assim você descongela só o que vai usar. Como, normalmente viram sucos, na hora de usá-los é só retirar os cubinhos do freezer, colocar no liquidificador e bater (no caso do limão com água e no da laranja puro).
– Mamão: descasque a fruta e elimine as sementes. Pique em pedaços menores e congele em saquinhos de acordo com sua necessidade de uso. Lembrando que, como o mamão amolece depois de descongelado, depois de retirado do freezer ele só servirá para ser usado em sucos e vitaminas, ok?
– Manga: sem casca, sem caroço e em pedaços pequenos. Lembrando que a manga ao ser descongelada se comporta como o mamão, ficando mole. Portanto, ao descongelá-la, use-a para fazer sucos, caldas ou mousses.
– Maracujá: você pode congelar a poupa bruta em recipientes pequenos ou, para facilitar o processo futuro, bater a poupa com um pouquinho de água, corar o líquido, colocá-lo em formas de gelo e levar ao freezer. Na hora de fazer o suco é só tirar os cubinhos e bater com um pouco de água.

– Morango: faça o mesmo que você fez com a amora.

– Melancia: já que depois de descongelada a fruta amolece e só serve para fazer suco, podemos proceder da seguinte forma: retire as sementes e, usando um liquidificador, bata a polpa com um pouquinho de água (como se vivesse fazendo a bebida). Com o suco pronto, despeje o líquido em copos plásticos descartáveis (de preferência com capacidade de 200ml). Assim, fica fácil congelar as porções em quantidades satisfatórias para o consumo e não ocupamos muito espaço no freezer. Na hora de descongelar é só voltar para o liquidificador e dar uma batidinha rápida!

– Melão: faça o mesmo que você fez com a melancia.

– Maçã: tire a casca e as sementes, corte em pedaços pequenos e pingue gotas de limão (para evitar que a fruta escureça). Dica: já corte a fruta em lâminas finas, assim, depois de descongelada, você pode usá-la para fazer uma bela torta de maçã e, se mudar de ideia, é só colocar as fatias em um suco ou em uma vitamina.

– Pera: não congele a fruta crua. Descasque-a, tire as sementes, cozinhe (rapidamente) os pedaços em uma calda de açúcar e congele. Depois de descongelada pode virar calda para outras preparações ou até mesmo uma bela sobremesa!

Dicas valiosas

Preferencialmente, a não ser que esteja muito frio, todas as frutas citadas (ou não) devem ser descongeladas dentro da geladeira e não em temperatura ambiente.

Congele sempre pequenas porções, em sacos plásticos (se preocupando em retirar a maior quantidade de ar possível da embalagem).

Nunca use alumínio para embalar as frutas porque o papel irá grudar no alimento.

Uma vez descongelado, o alimento não pode voltar ao freezer, ok? A não ser que você tenha tenha usado o ingrediente em alguma receita, como uma calda, e agora queira congelar a preparação.

Lembre-se: o congelamento não melhora o estado, a aparência ou sabor do alimento. Portanto, na hora de ir às compras, escolha produtos de qualidade! Sempre!

Fruta mole?

Bem, acho que deu pra perceber que a maioria das frutas, amolece com o congelamento, né? Isso é normal.

A ideia aqui não é manter o alimento intacto e somente consumi-lo sentindo a crocância natural dele…O importante é obter o maior número de nutrientes possível desses produtos pagando o menor preço por isso!

E como o processo de congelamento não reduz as propriedades das frutas, vamos abusar dessa ideia, ok?

Com informações do VidaDeCozinheiro