Viaje no filme da sua vida: locações podem ser visitadas

883
Foto: Hugh Baystanley|Foto: Mark Moser|Foto: Jean Pierre Dalbera|Foto: Tobias Scheck|Foto: Vince Millet|Foto: divulgação
Foto: Hugh Baystanley|Foto: Mark Moser|Foto: Jean Pierre Dalbera|Foto: Tobias Scheck|Foto: Vince Millet|Foto: divulgação

Jogos Vorazes, Cleópatra, Gladiador…

Você já teve vontade de estar no meio de uma cena, ou no cenário de um filme que marcou época?

Algumas cidades são totalmente cenográficas, ou seja, montadas só para as gravações e, logo depois, demolidas, mas há lugares incríveis construídos e restaurados para grandes produções hollywoodianas que viram pontos turísticos.

Sim, eles podem ser visitados.

Veja abaixo os filmes e os locais abertos para visitação…

E comece a planejar sua próxima viagem.

Veja os cenários:

Foto: Mark Moser
Foto: Mark Moser

1. Jogos Vorazes (2012)

Sim, o Distrito 12 continua de pé! Na vida real, a locação de Jogos Vorazes é um distrito têxtil chamado Henry River Mill Village, na Carolina do Norte (EUA), que foi abandonado em meados dos anos 80 após um incêndio na fábrica principal e uma grande enchente. Depois das gravações, o local passou a receber os fãs da série, que reencenam algumas passagens do filme, além de assar pães na padaria do Peeta, personagem importante da trama, e aprender a manusear o arco e flecha como a protagonista, Katniss Everdeen, interpretada por Jennifer Lawrence.

Foto: Hugh Baystanley
Foto: Hugh Baystanley

2. Hobbit (2012)

Lembra da vila simpática do Bilbo, protagonista da série, com todas aquelas casas pequenininhas escondidas em uma montanha florida? Para os dois primeiros filmes d´O Senhor dos Anéis, a locação foi montada em Matamata, na Nova Zelândia, e logo após, desmontada. Porém, a região começou a receber muitos turistas, mesmo sem as construções que aparecem no filme.

Quando o Condado foi erguido novamente para a produção de O Hobbit, foram utilizados materiais permanentes. Assim, as casas ficam à disposição daqueles que desejam conhecer a terra mágica.

Foto: Jean Pierre Dalbera
Foto: Jean Pierre Dalbera

3. Cleópatra (1963) e A Paixão de Cristo (2004)

A Cinecittà Studios é um complexo que foi construído justamente para servir como cidade cenográfica para diversos filmes. Em Roma, o espaço já foi cenário para produções como Cleópatra e A Paixão de Cristo, mas não para por aí. Até hoje, a locação continua ativa e é utilizada para gravar a série Roma, da HBO, além de ser aberta para visitações.

Foto: Tobias Scheck
Foto: Tobias Scheck

4. Popeye (1980)

Para a gravação do filme Popeye, estrelado por Robin Williams, foi construída a vila Sweethaven, na Ilha de Malta, em sete meses. Depois do lançamento, o conjunto de 19 casinhas de madeira tornou-se um dos pontos turísticos mais populares da área. Hoje em dia, o espaço funciona como uma espécie de parque de diversões e museu sobre o marinheiro.

Foto: Vince Millet
Foto: Vince Millet

 5. Gladiador (2000) e A Múmia (1999)

Aït Ben Haddou é uma cidade fortificada entre Ouazazarte e o deserto do Saara, em Marrocos, fundada em 757 dC. Hoje em dia, apenas 8 famílias ainda moram na aldeia. Entretanto, o lugar é bastante conhecido e visitado por turistas, por ser uma famosa cidade cenográfica. Por lá, foram gravados filmes como Gladiador, A Múmia, Alexandre e o Príncipe da Pérsia. Há ainda uma exposição sobre todas as produções que já aconteceram na região.

Com informações Uol Viagens.