Proibido cobrar pizza com 2 sabores pelo preço da mais cara

1589
Foto: Semcebola
Foto: Semcebola

Meia portuguesa, meia marguerita. É comum em todo Brasil você pedir uma pizza com 2 sabores e a pizzaria cobrar pelo preço da mais cara.

Mas em Fortaleza, no Ceará, o Procon abriu uma operação para proibir essa cobrança abusiva. E o melhor: o mesmo Procon alerta que isso vale para todo o país porque a interpretação do Código de Defesa do Consumidor é nacional.

E explica: se cada sabor tem um preço diferente, a cobrança deve ser feita proporcionalmente.A entidade diz que a comercialização da pizza toda pelo preço do sabor mais caro é “excessiva” já que o cliente só consome metade do produto pelo valor que pagou.

Como agir

Consumidores que se sentirem lesados pela cobrança irregular de pizza de dois sabores devem procurar o Procon de sua cidade e denunciar.

A operação, chamada de “Pizza Legal”, começou na quarta-feira, 9, em Fortaleza e deve continuar até o dia 20 de novembro.

Inicialmente a fiscalização será educativa e as pizzarias terão cinco dias para parar de fazer esse tipo de cobrança.

Caso alguma irregularidade seja identificada, o Procon pode multar as empresas em até R$ 11 milhões.

Com informações da Exame