App faz governo economizar 40% com combustível de carros públicos

940
Foto: reprodução / Sertell
Foto: reprodução / Sertell

Uma ideia simples para os governos economizarem dinheiro, reduzirem congestionamentos e a poluição do ar.

Um aplicativo brasileiro, já testado em Pernambuco, ajuda no uso compartilhado de carros no serviço público.

O plataforma permite que os servidores peguem carona em veículos com mesmo destino e faixa horária.

O app GovMOBI registrou, de março a dezembro de 2016, a redução de até 41% no consumo de combustíveis em relação ao mesmo período de 2015.

Benefício para os cofres públicos e para a qualidade do ar. Com ele, deixaram de ser emitidas quase 6 toneladas de gases poluentes, principalmente o gás carbônico.

Nos primeiros testes, o aplicativo atendeu 167 usuários com uma pequena frota de sete veículos e possibilitou a redução de dois deles, após a consolidação do serviço.

No período, a economia de combustível ficou em cerca de R$ 3,8 mil reais por carro.

“Para vencer a crise que o Brasil atravessa é preciso inovar e agir de forma colaborativa”, disse Sérgio Xavier, da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco.

Como

A plataforma é composta de dois aplicativos para smartphones: uma versão para o motorista e outra versão para o servidor público usuário.

Ela também tem um backoffice (retaguarda), que permite à gestão da frota controlar os veículos disponibilizados na plataforma, horários e permissões.

Com a ela toda solicitação para uso do carro público por parte do servidor é feita pelo app.

O motorista fica sabendo sua agenda de trabalho também via seu aplicativo mobile: dia, hora, quem vai buscar, onde, em qual veículo, com qual destino.

Todos os tickets de serviços direcionados àquele motorista ficam como pendentes de atendimento na tela de seu smartphone.

À medida que o serviço de transporte do servidor vai sendo prestado, o motorista vai informando o status no próprio aplicativo, como por exemplo para sinalizar que já está no destino solicitado.

Isso permite tanto ao gestor da frota, como ao servidor público solicitante, acompanhar todo desenrolar do transporte.

A plataforma também gerencia quais veículos estão disponíveis, por quanto tempo, carros que foram para oficina, férias de motoristas…

No final do mês, ou a cada período estipulado, é possível fazer relatórios de controle para a gestão pública.

Custo zero

O aplicativo é uma parceria ganha-ganha.

Ele foi criado com base em um termo de cooperação firmado entre a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado de Pernambuco – SEMAS e a Serttel Ltda, empresa pernambucana que fica no Porto Digital do Estado.

A parceria começou em Setembro de 2015 e a plataforma foi desenvolvida, sem qualquer custo para o Estado.

Nova versão

Os testes serviram para aprimorar a nova versão, que deve entrar em operação até abril.

Ela vai ampliar a quantidade de veículos e usuários integrados ao sistema.

A inciativa é uma parceria entre a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e a empresa pernambucana Serttel.

Com informações da FolhaPE e Sertell