Tommy Hilfiger cria coleção pra pessoas com falta de mobilidade

887
Foto: TOMMY HILFIGER||
Foto: TOMMY HILFIGER||

A famosa marca Tommy Hilfiger está fazendo avanços em inclusão da maneira mais elegante possível.

A linha de roupas da marca, que antes era voltada para crianças com deficiência, se expandiu para adultos.

A nova coleção foi lançada on-line na última quinta-feira, com 37 peças masculinas e 34 peças femininas.

As roupas são projetadas para serem mais fáceis de usar.

O anúncio marca a primeira coleção de adultos para a marca.

Foram criadas para pessoas que usam cadeiras de rodas, com próteses, limitações de movimentos, entre outras.

Fechos magnéticos, de velcro e laços de pulso tornam a roupa mais práticas de vestir.

Por exemplo, as aberturas das pernas, são grandes o suficiente para acomodar aparelhos ortográficos, e os zíperes magnéticos podem ser fixados com uma mão.

Outra vantagem é que as roupas também funcionam bem para os idosos.

Para crianças

Hilfiger lançou anteriormente, uma linha de roupas acessíveis para crianças, feitas por Mindy Scheier, uma designer que tem uma filha com distrofia muscular.

Ela fundou a Runway of Dreams, uma fundação que trabalha para fazer roupas convencionais para crianças com deficiência.

Estilista inclusivo

Em uma declaração, Hilfiger disse que a coleção promove a visão que ele sempre teve para a marca.

“A inclusão e a democratização da moda sempre foram o núcleo do DNA da minha marca”, afirmou o estilista.

“Essas coleções continuam a desenvolver essa visão, capacitando adultos com dificuldades diferentes para se expressarem através da moda”.

Tendência

Hilfiger pertence a um grupo crescente de pessoas e marcas que estão tentando impulsionar as coisas, especialmente agora que as compras on-line tornam mais fácil do que nunca alcançar clientes que se beneficiem de roupas adaptáveis.

A Open Style Lab, por exemplo, trabalha para criar roupas acessíveis para todos e recentemente colocou na sua vitrine, na Parsons School of Design, um visual projetado para uma pessoa de cadeira de rodas.

Há também MagnaReady, uma linha de camisas com fechos magnéticos que foi lançada por uma mulher cujo marido tinha Parkinson.

A ABL é uma linha vendida no Walmart que faz jeans que são fáceis de puxar e que facilitam o acesso aos cateteres.

A expectativa é que movimento de Hilfiger incentive outros designers a seguir essa iniciativa.

Os preços das peças variam entre US $ 29,50 e US $ 139,50 – entre 200 e 500 reais no Brasil.

A linha está disponível no Tommy.com

tommycadeirante

tommycadeirante2

Com informações do Huffpost