Crianças que escrevem na terra ganham cadernos de ONG brasileira

1362
Foto: Fraternidade Sem Fronteiras|Foto: Fraternidade Sem Fronteiras|Voluntários do Projeto
Foto: Fraternidade Sem Fronteiras|Foto: Fraternidade Sem Fronteiras|Voluntários do Projeto

Dá pra imaginar nos dias de hoje crianças escrevendo na terra para estudar? Infelizmente isso acontece e uma ONG brasileira está ajudando esses alunos que não têm material escolar.

São estudantes da África que já receberam mais de 3 mil e 200 cadernos personalizados, produzidos no Brasil com ajuda da Fraternidade Sem Fronteiras. O projeto “Cadernos para África” está na terceira edição.

A ONG envia cadernos personalizados para estudantes de Moçambique, como o SóNotíciaBoa mostrou no ano passado. Este ano 1500 cadernos foram confeccionados pelos voluntários e serão enviados na próxima caravana da educação, prevista para janeiro de 2018.

Segundo Ana Lucia Caetano, representante da ONG em Santos, litoral de São Paulo, disse que em 3 anos, 800 voluntários se juntaram ao projeto em 18 estados e 40 cidades brasileiras.

Ao final da arrecadação dos cadernos – identificados com o nome, a aldeia e a idade das crianças – é proposto o apadrinhamento dos alunos da aldeia.

“Me sinto engajada para conquistar um novo mundo. Só unidos, engajados e sabendo qual o sentido da nossa vida, escreveremos uma nova história. E será a mais ética, humana e generosa de todas as histórias já conhecidas”, disse Ana Lúcia em entrevista ao SóNotíciaBoa.

A ONG Fraternidade Sem Fronteira é uma organização sem fins lucrativos com olhar para as regiões mais pobres do mundo. Seu lema é reduzir fronteiras, para fazer a felicidade circular com mais liberdade!

Retorno

Se para os voluntários fazer o bem é o melhor caminho, o que eles recebem em troca é mais gratificante ainda.

Roberta Petin, uma das Coordenadoras do projeto – que já foi pra Moçambique duas vezes – a recepção das crianças é de encher os olhos de lágrima.

Ela encontrou alunos com as capas dos cadernos intactas, apesar de viverem num ambiente empoeirado, de terra batida.

As crianças sentem que o caderno é um presente único.

Foto: Fraternidade Sem Fronteiras
Foto: Fraternidade Sem Fronteiras

Água

Graças ao trabalho do ano passado foi possível também arrecadar 8 mil reais para construção de um novo poço de água na Aldeia Nelson Mandela, onde não chovia há mais de 4 anos.

Para ajudar a arrecadar dinheiro para a causa a ONG fará um show beneficente em Santos, no litoral sul de São Paulo, no próximo dia 14 de novembro.

“Com a venda dos ingressos poderemos auxiliar muito na abertura de um novo poço de água na Aldeia Nelson Mandela”, explica Roberta.

O encerramento da 3ª edição dos Cadernos para a África também terá renda destinada para ajudar na educação e estrutura nas Aldeias de Moçambique.

Serviço

Show Desesperar Jamais, com o cantor Plínio de Oliveira
Local: Teatro Coliseu – Santos – SP
Data: 14 de novembro
Preço: Meia-entrada para todos – R$ 35,00
*Exposição dos 1500 cadernos que vão para a África

Como ajudar
É só contribuir com 50 reais para compra de 10 cadernos, ou quanto quiser.
A contra é
Banco do Brasil – 001
Ag. 0004-3 Conta 88.208-9
CPF 06648311843
POUPANÇA
Outras informações no site da ONG e na página do projeto no Facebook.

Voluntários do Projeto
Voluntários do Projeto – Foto: divulgação
cadernos_africa01
Crianças da África mostram cadernos que ganharam – Foto: divulgação

Veja como é o trabalho da ONG:


Por Andréa Fassina, da redação do SóNotíciaBoa