Pai dá curso de penteados para ficar mais com a filha e atrai outros pais

Foto: reprodução / SWNSFoto: reprodução / SWNS

Um pai encontrou uma forma inteligente e inovadora para passar mais tempo com a filha. Jack Woodhams criou um curso de penteados para pais, como ele.

Os workshops começaram em 2018 e a ideia deu tão certo que hoje o grupo reúne de 12 a 14 duplas de meninas pais jovens, de meia idade e até fortões e tatuados… para quebrar preconceitos e mostrar pentear cabelos é um ato de carinho e não mexe com a masculinidade de ninguém.

Pais e filhas se encontram uma vez por mês em um centro comunitário na cidade de York, na Inglaterra e eles aprendem diversos tipos de tranças e formas de prender os cabelos das crianças.

Jack disse que os encontros proporcionam um ambiente positivo para os homens conversarem e ficarem com suas filhas.

Para ele, as aulas dão a chance de os pais fazem algo legal e também mostrarem às crianças que não apenas as mães que conseguem fazer penteados.

Alguns pais desenvolveram tão bem a habilidade com os cabelos que alguns já conseguem até fazer tranças em formato de coração.

A ideia

Tudo começou quando ele percebeu que estava ausente e sentiu a necessidade de passar mais tempo ao lado da filha, Poppy.

“Não acho que muitos homens aproveitem o tempo que passam com as meninas como deveriam”, afirmou Jack Woodhams.

Ele, que já cuidava dos cabelos da filha, pensou então em dar workshops mensais para ensinar fazer penteados em meninas.

Depois disso, Jack conseguiu ter mais tempo para ficar com Poppy.

E além de passar adiante suas habilidades, a inciativa dele tem feito outros pais questionarem como anda a presença deles dentro de casa.

Veja a reportagem da SWNS:

Jack e a filha - Foto: reprodução / SWNS

Jack e a filha – Foto: reprodução / SWNS

Com informações do SWNS e MSN

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no:

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.