Cabeleireira chora após cliente deixar U$ 5,8 mil de gorjeta no 1º dia

Ilisia Novotny e o salão - Foto: arquivo pessoal
Ilisia Novotny e o salão - Foto: arquivo pessoal

Um cliente generoso deixou uma gorjeta de 5,8 mil dólares, mais de 30 mil reais, para funcionários de um salão de cabeleireiros logo no primeiro dia em que a casa reabriu as portas, depois do isolamento social.

A maior parte do dinheiro foi dada para Ilisia Novotny, de 32 anos, que cortou os cabelos do cliente anônimo. Ela recebeu 2,5 mil dólares, mais de 13 mil reais, e começou a chorar de alegria, porque estava endividada.

“Chorei”, disse Ilisia ao The Denver Post . “Sou mãe solo. Foi difícil nos últimos meses, não saber o que ia acontecer, não saber quando poderíamos reabrir para que que eu pudesse voltar ao trabalho”.

Pagar as contas

Ilisia disse que a gorjeta de sábado lhe permitiu pagar o aluguel atrasado e o de junho com antecedência. 

Nos últimos dois meses sem trabalho e ela teve que negociar acordos com os donos da casa, para pagar o aluguel e com o serviço público, pra manter as luzes acesas na residência onde mora no Colorado.

A doação

Foi agitado o primeiro dia em que a barbearia Floyd 99, na Universidade de Denver, foi autorizada a reabrir.

Quando Ilisia estava terminando o turno, chegou o cliente misterioso pedindo para cortar os cabelos. Ele tinha acabado de se mudar de Chicago para Denver.

Durante o corte eles conversaram sobre beisebol, Colorado, e as dificuldades de passar pela quarentena. 

Depois que terminou o trabalho a cabeleireira começou a varrer o chão e o homem acertou a conta com a recepcionista… mas antes de sair da loja, ele fez um comentário de despedida intrigante.

Olhou para Ilisia e disse: “Só para você saber, não é um erro”.

Quando a cabeleireira viu, o cliente havia deixado 2,5 mil dólares pra ela e outros 3,3 mil para a equipe do salão que estava voltando ao trabalho.

A distribuição foi assim: 500 dólares para a recepcionista, mil dólares para o gerente geral e 1,8 mil dólares para o resto dos funcionários.

No total, o cliente generoso doou US $ 5.800, por um corte de cabelos que custou 27 dólares.

Gratidão

Ilisia agradeceu duplamente: pela volta ao trabalho e por ter conhecido uma pessoa tão generosa.

“Voltar e ter clientes, mesmo pessoas que você não conhece, mostrando tanto amor, é ótimo”, comemorou a cabeleireira.

Foto: barbearia de Floyd

Com informações do GNN e SunnySkyz