Miss Brasil terá 1ª mulher trans da história: Rayka, de Goiânia

Rayka Vieira - Foto: reprodução / Instagram
Rayka Vieira - Foto: reprodução / Instagram

Pela primeira uma mulher trans vai disputar o Miss Brasil. Será a goiana Rayka Vieira, de 25 anos.

Ela vai disputar a faixa de Miss Brasil Mundo 2020 como representante do Centro Goiano, informou o blog da Folha, De Faixa a Coroa.

“Ser mulher pra mim, nunca foi uma questão de escolha, eu nasci mulher tanto na alma quanto no coração. Prazer, sou Rayka Vieira, miss Centro Goiano, a primeira mulher Trans a participar de um concurso de Miss Brasil, em especial o @missbrasiloficial. Esse é um momento histórico e quero usar dessa voz para mostrar a todas mulheres que juntas, somos mais fortes”, escreveu Rayka nas redes sociais.

Representatividade

A jovem falou que é um “marco histórico” e comentou a representatividade disso para a comunidade transexual:

“Muitas meninas trans, assim como eu, têm medo de se arriscar… Estou aqui para mostrar que é possível, um sonho que está se realizando. Não quero ser só mais uma miss, e sim mostrar que nós, mulheres em geral, não precisamos provar que temos algo mais que beleza. Somos inteligentes, fortes, guerreiras, trabalhadoras e humanas acima de tudo”.

Planos

Além do sonho da faixa, Rayka tem outros planos.

Ela quer coordenar um projeto dedicado a jovens trans.

Até lá a goiana vai se preparar na parte física, na passarela e em idiomas para o concurso.

Exemplo, ela já tem. Em 2018 a trans Angela Ponce atraiu olhares do mundo inteiro como a representante da Espanha ao Miss Universo.

Quando

Por causa da pandemia, o concurso Miss Mundo Brasil foi remarcado para o dia 4 de março de 2021.

Será realizado no Iloa Resort, em Alagoas.

Com informações da Exame e Folha