Atleta carrega amiga com deficiência até o topo do Monte Olimpo

Foto: reprodução Instagram
Foto: reprodução Instagram

Um atleta corajoso escalou esta semana o Monte Olimpo – lar dos deuses antigos, na Grécia – carregando a amiga com deficiência nas costas e realizou o sonho dela.

Marios Giannakou é corredor e tem um longo histórico de desafios: ele percorreu 270 quilômetros pelo deserto de Al Marmoum e também ficou em primeiro lugar em uma corrida de cross-country gelada de 93 milhas na Antártida.

Antes de carregar a amiga, estudante de biologia Eleftheria Toslou, de 22 anos, já tinha chegado ao pico do Monte Olimpo quase 50 vezes.

Quando soube do sonho da estudante de atingir o pico, ele não hesitou.

“Para mim, todas as corridas internacionais, as medalhas e as distinções até agora, significam pouco em comparação a esse sonho”, disse ele ao Greek Repórter.

Jornada

Com Tosiou em segurança num suporte adaptado, Giannakos começou a escalar o pico mais alto do Olimpo, o Monte Mytikas, junto com uma equipe de apoio de oito pessoas.

Quando chegaram a 2.400 metros eles pararam pra descansar. Depois de acamparem à noite, eles retomaram a escalada às 6h da manhã seguinte.

Três horas depois, às 9h02, horário local – depois de mais de 10 horas de escalada, ao todo – a dupla atingiu o cume de 2.918 metros.

“Não há nada mais real do que o sonho. Chegamos ao topo da Grécia.”, postou Giannakou no Instagram.

É encorajador saber que, embora geralmente pensemos nos heróis como mito e lenda, eles existem na vida real, como Marios Giannakou.

Veja a chegada:

View this post on Instagram

Atleta carrega amiga com deficiência até o topo do Monte Olimpo Um atleta corajoso escalou esta semana o Monte Olimpo – lar dos deuses antigos, na Grécia – carregando a amiga com deficiência nas costas e realizou o sonho dela. Marios Giannakou é corredor e tem um longo histórico de desafios: ele percorreu 270 quilômetros pelo deserto de Al Marmoum e também ficou em primeiro lugar em uma corrida de cross-country gelada de 93 milhas na Antártida. Antes de carregar a amiga, estudante de biologia Eleftheria Toslou, de 22 anos, já tinha chegado ao pico do Monte Olimpo quase 50 vezes. “Não há nada mais real do que o sonho. Chegamos ao topo da Grécia.”, postou Giannakou no Instagram. Todas as matérias do sonoticiaboa estão no nosso portal. Acesse no link da bio e stories Fonte: GNN Vídeo e fotos: @marios_giannakou #sonoticiaboa #boasnoticias #goodnews #superação #amizade #monteolimpo #alpinismo #coragem #destemidos #amigos #apoio #pessoacomdeficiência #vitória #deusesgregos #mitologia

A post shared by Só Notícia Boa (GoodNews)🇧🇷 (@sonoticiaboa) on

Com informações do GNN