Brasileiro de 15 anos recebe R$ 120 mil por descobrir falha no Instagram

3800
Andres Alonso Bie Perez no computador novo - Foto: arquivo pessoal
Andres Alonso Bie Perez no computador novo - Foto: arquivo pessoal

Um adolescente brasileiro de 15 anos, recebeu US$ 25 mil dólares do Facebook por ter ajudado a corrigir uma falha de segurança no Instagram.

Andres Alonso Bie Perez é de Belo Horizonte e estuda no 9º ano. Tirando as tarifas, o aluno embolsou R$ 126 mil, aproximadamente.

Ele descobriu sozinho um problema que permitiria roubo de perfis no Instagram por meio de links e rapidamente comunicou à equipe de segurança da rede social.

A descoberta

Andres queria criar um aplicativo de filtros de fotos do Instagram que só estão disponíveis no computador, o que o obrigou a entender o funcionamento do serviço.

Quando analisou o método utilizado para criar o que queria, ele percebeu que os links podiam ser manipulados para incluir qualquer código na página do Instagram.

“Eu estava fazendo um aplicativo que precisa integrar com os filtros do Instagram e precisava saber como ele criava os links dos filtros. Para isso eu tive que estudar o aplicativo e vi que tinha a possibilidade de ser uma falha. Eu testei e deu certo”, explicou ao G1.

No dia 23 de agosto, Andres enviou um e-mail informando a falha ao Facebook.

A empresa respondeu dois dias depois que havia reparado o erro e falou do prêmio.

O estudante recebeu o dinheiro no dia 14 de setembro, mas a história só foi divulgada agora.

Alegria

Assim que ficou sabendo, Andres Alonnso Bie Perez foi correndo contar pra mãe.

“Eu fiquei em choque e fui acordar minha mãe. Eu esperava receber o pagamento mínimo por este tipo de descoberta, uns 500 dólares”, disse Andres.

Helenice Luzia Peres achou que o filho estava brincando com ela.

“Fiquei surpresa, ele estava ansioso para ver se ia conseguir os 500 dólares, e quando ele me disse o valor do prêmio, achei que ele estava fazendo algum tipo de brincadeira. Estou muito feliz por ele”.

Desde cedo

Helenice contou que o filho é apaixonado por informática desde pequeno. Com 9 anos de idade, ele pediu pra fazer curso de programação de computador. Ela achou que era cedo demais.

“Aos 9 anos me pediu, mas não deixei. Preferi esperar até os 11, quando ele começou os cursos. E olha no que deu”, comemorou Helenice.

Com o dinheiro do prêmio na conta, adivinha qual foi a primeira aquisição do Andres?

“Comprei um computador melhor. O resto eu pretendo guardar e investir em algum projeto”, contou.

E certamente será em tecnologia, a área que ele escolheu pra atuar.

Andres Alonso Bie Perez - Foto: arquivo pessoal
Andres Alonso Bie Perez – Foto: arquivo pessoal

Com informações do G1