Jovem que fugiu da guerra na Síria conseguiu se formar na Irlanda

Osama antes e agora - Fotos: reprodução / LinkedIn
Osama antes e agora - Fotos: reprodução / LinkedIn

A persistência e a coragem fizeram Osama Abou Hajar, de 27 anos, vencer. O jovem, que fugiu da guerra na Síria há 8 anos, está comemorando a formatura em Engenharia na Irlanda, onde se refugiou.

Em 2013 ele deixou a Síria com a família, onde viviam um verdadeiro inferno. “As bombas caíam a 100 metros de distância, destruindo vidros e explodindo portas”, contou.

Eles foram para o Líbano e depois para a Irlanda, graças a um programa de refugiados das Nações Unidas.

Agora, com o canudo nas mãos, Osama mostra suas vitórias nas redes sociais, com uma fotografia do passado e do presente.

A foto viralizou ele vem recebendo milhares de elogios, interações e comentários.

No texto, no LinkedIn, ele conta esses 8 anos de vida, desde que saiu da Síria até que voltou a sorrir.

Em entrevista ao Mirror ele afirmou que ideia é inspirar, mostrar que um novo começo é possível.

Vida dura

Ele revelou ao jornal britânico que a vida não foi fácil até tomar a decisão de fugir.

“Em 2012 a cidade estava quase vazia. Restavam 500 pessoas, em comparação com 150.000 antes da guerra. Houve muita destruição. Morávamos em apartamentos e os dois andares superiores foram explodidos. Minha casa foi quase destruída. O bombardeio foi pesado. As bombas caíram a 100 metros de distância, destruindo vidros e explodindo portas.

Fomos o primeiro grupo sírio a vir para a Irlanda. Eu tinha um objetivo na cabeça: entrar na faculdade e conseguir um emprego em uma grande empresa. Quando cheguei, falava pouco inglês. Sabia algumas palavras, mas nunca as disse”.

Até que decidiu fugir com a família em 2013.

A virada

O esforço e sacrifício valeram a pena.

Ele entrou curso de engenharia de software em 2016 e terminou em novembro do ano passado.

“A vida pode ser muito difícil às vezes, mas “nunca se entregue”, escreveu Osama nas redes sociais.

Agora um futuro promissor o espera, longe da guerra e do sofrimento.

Osama formado engenheiro - Fotos: reprodução / LinkedIn
Osama formado engenheiro – Fotos: reprodução / LinkedIn

Com informações do Mirror