Bebê que ficou 18 dias intubado tem alta: presente do Dia das Mães

Gustavo Henrique quando teve alta em MG - Fotos: arquivo pessoal
Gustavo Henrique quando teve alta em MG - Fotos: arquivo pessoal

Alegria na casa do bebê que ficou 18 dias intubado. Gustavo Henrique Barbosa dos Santos testou positivo para coronavírus oito dias depois de nascer e deu um susto danado na família.

Ele ficou um mês internado no Hospital Municipal de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte mas, felizmente, teve alta e já está em casa para passar o Dia das Mães com a operadora de caixa Glenda Stefany Cata Preta Barbosa, de 23 anos.

Gustavo é o filho caçula dela e tem pouco mais de um mês de vida.

Ele chegou ao hospital no dia 30 de março e já foi intubado um dia após a internação, no dia 1º de abril. Mãe e filho foram separados oito dias após o nascimento da criança.

“A dor de ouvir que você não pode ficar com seu filho é inexplicável, eu me desesperei, comecei a chorar quando o médico disse que eu não podia acompanhar meu filho na internação, foi desesperador”, contou Glenda.

Como

Ela acredita que Gustavo pegou a doença em casa: “Quando fomos embora do hospital, o meu filho mais velho estava com sintomas gripais, mesmo não sendo testado. A gente acredita que o bebê foi contaminado em casa”, disse Glenda.

No dia 29 de março, o recém-nascido começou apresentar sintomas como tosse, coriza e cansaço.

“Tudo aconteceu muito rápido. Eu só orava, pedia a Deus para curar meu filho que estava naquele hospital. Uma vez por dia eu recebia ligação ou um vídeo dele internado. Ver um filho intubado foi a pior coisa que me aconteceu”, contou a mãe.

No dia 18 de abril, ele foi extubado e passou por um período ainda no oxigênio, antes de conseguir respirar sem nenhuma ajuda.

Gustavo precisou de acompanhamento com neurologista pediátrico após ter tido episódios de convulsões.

Orações

A mãe disse que fazia orações o tempo todo e quando soube da alta da criança, só sabia agradecer.

“Ele nasceu de novo, nós nascemos. No dia da alta foi uma festa, uma bênção. Eu agradeço toda a equipe do hospital. Estamos todos aliviados e felizes. Ter meu filho em casa, mamando, dormindo bem, não tem preço. Esse Dia das Mães vai ser muito especial”, comemorou a mãe.

Gustavo Henrique dormindo tranquilo em casa - Fotos: arquivo pessoal
Gustavo Henrique dormindo tranquilo em casa – Fotos: arquivo pessoal

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do Só Notícia Boa –  com informações do Alagoas24h