Jovem brasileira é pentacampeã mundial em torneio da Apple

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A jovem brasileira Karina Tronkos, de 24 anos, foi mais uma vez campeã no desafio de programação da Apple.

A gente já divulgou aqui no SoNotíciaBoa o feito de Karina quando o evento ainda era presencial e agora, ela se tornou pentacampeã no Swift Student Challenge, outro evento que o SNB apoia.

Ela conquistou a façanha num projeto que se inspira na natureza para desenvolver produtos e serviços. O evento este ano foi online por causa da Covid-19.

Projeto campeão

Karina foi selecionada entre 350 alunos de várias partes do mundo que tiveram os trabalhos aprovados pela Apple.

Os engenheiros da empresa escolhem projetos inovadores, geniais dos últimos 12 meses.

O trabalho da designer carioca é sobre biomimética, que se inspira na natureza para tornar os serviços ainda mais sustentáveis.

Karina cirou o perfil Nina Talks, no Instagram, onde concentra informações da área, com bolsas e sobre o mundo do design.

Lá, ela comemorou a conquista. “Que eu possa cada dia mais inspirar mais pessoas, principalmente mulheres, a ingressarem no universo de tecnologias. Nós brasileiros somos incríveis e temos muito a conquistar”, disse Karina.

Designer de UX?

Karina é uma designer de UX – user experience, ou “experiência de usuário” – no site da Globo e estudante de Ciência da Computação na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

Quando ainda estudava engenharia da computação, ela fez estágio no Apple Developer Academy, uma parceria da Apple com universidades de todo o Brasil destinada a formar desenvolvedores experientes com a linguagem Swift e o ecossistema da Maçã.

O primeiro projeto, desenvolvido em 2016 quando Karina mal tinha aprendido a programar, não ganhou – “super normal, eu também não me aprovaria”, lembra com bom humor.

No ano seguinte, ela ganhou com um playground que ensina funções do corpo humano para crianças.

Em 2018, ela fez um simulador de daltonismo como forma de promover a acessibilidade.

Em 2019 ela criou uma experiência interativa contando a história da astrônoma Nancy Grace Roman.

Em 2020, o projeto que garantiu seu tetracampeonato seguiu o tema espacial de 2019, e colocou o usuário em uma experiência educativa sobre a Estação Espacial Internacional.