Mutirão limpa rio Capibaripe e retira 18 toneladas de lixo

892
Gincana promoveu a retirada de geladeira, pneus e outros objetos do Rio Capibaribe, em Recife - Foto: Matheus Soares/ONG Recapibaribe
Gincana promoveu a retirada de geladeira, pneus e outros objetos do Rio Capibaribe, em Recife - Foto: Matheus Soares/ONG Recapibaribe

Uma gincana super do bem ajudou a limpar o Rio Capibaribe em Recife, Pernambuco. Em mutirão, cerca de 100 voluntários e pescadores disputaram para ver quem recolhia mais lixo.

De acordo com os organizadores do evento, foram retirados do rio cerca de 18 toneladas de dejetos. Entre eles até geladeiras, televisões, colchões e cadeiras.

Além disso, os participantes conseguiram encher 40 sacos com garrafas de vidro e encontraram mais de 400 garrafas pets.

Na disputa, quem recolher a maior quantidade de lixo recebe uma premiação de R$ 500. E o vencedor deste ano conseguiu recolher 1,724 toneladas de lixo.

“O intuito do movimento é sensibilizar a população e os governantes para conscientização ambiental, para os resíduos que são jogados no rio, os resíduos tanto visíveis como invisíveis, que é o esgoto”, contou a professora e educadora do projeto Virginia Menezes.

“Há gosto pelo Capibaribe”

A ação batizada de “Há gosto pelo Capibaribe” promove a conscientização de moradores da capital, quanto a importância do rio.

Para os pescadores, o Rio Capibaribe é a principal fonte de trabalho e eles sabem da importância da gincana neste momento.

“Quando eu vou pescar a gente encontra muito lixo, muito pneu velho. Tenho certeza que dava para encher vários caminhões. […] O que motiva a gente a participar é poder limpar o rio e conseguir pescar melhor mesmo”, declarou o pescador Gilberto Xavier da Silva, morador da Ilha do Maruim, em Olinda.

O material foi coletado pela Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb), que fica responsável pela destinação correta.

Além da premiação em dinheiro, de acordo com os organizadores, todas as embarcações participantes recebem também uma ajuda de custo de R$ 100 e uma cesta básica.

Voluntários e pescadores participaram da ação - Foto: Matheus Soares/ONG Recapibaribe
Voluntários e pescadores participaram da ação – Foto: Matheus Soares/ONG Recapibaribe
Lixo retirado do Rio - Foto: Matheus Soares/ONG Recapibaribe
Lixo retirado do Rio – Foto: Matheus Soares/ONG Recapibaribe

Com informações de Antena Love