Menina com ‘Doença dos Ossos de Vidro’ ganha vaquinha para tratamento

1192
Antonella tem Osteogênese Imperfeita, a
Antonella tem Osteogênese Imperfeita, a "Doença dos Ossos de Vidro" - Foto: arquivo pessoal

Mesmo enfrentando o tratamento da chamada “Doença dos Ossos de Vidro”, ou Osteogênese Imperfeita, a menina Antonella Valentina Rojas, de 8 anos, nunca perdeu a alegria imensa de viver. (vídeo abaixo)

Essa guerreirinha é filha dos imigrantes venezuelanos Mônica e Daniel, que já mudaram de país duas vezes na tentativa de encontrar um tratamento efetivo para a filha.

Lançamos uma vaquinha para ajudar a Antonella a ter um acompanhamento médico mais apropriado, medicamentos e outros cuidados especiais que ela precisa. Contribua no Só Vaquinha Boa!

Diagnóstico

Daniel e Mônica souberam que a filha tinha má formação óssea na gestação, mas o médico não soube identificar qual o problema antes de a garotinha nascer.

Com apenas 15 dias de nascida, ela fraturou o úmero e, com um mês, a perna. Foi quando os pais resolveram buscar um acompanhamento médico mais profundo.

Daniel conta que o médico explicou sobre a Osteogênese e disse que a menina já tinha nascido com alguns ossos quebrados, quando a puxaram da barriga da mãe.

Busca por tratamento

Quando a Antonella sofreu a fratura do fêmur – a mais grave de todo o histórico médico -, ela teve os movimentos das pernas comprometido. Foi aí que a família resolveu buscar suporte médico fora da Venezuela.

Eles mudaram para Argentina, onde mantiveram o acompanhamento por um ano. Sem grandes resultados, o Daniel e a Mônica decidiram mudar para o Brasil.

Em janeiro de 2019 eles foram para Curitiba, onde receberam apoio no Instituto Pequeno Príncipe. Lá ela tem um tratamento primário, mas segundo o pai, “precisa de um acompanhamento mais específico para restaurar a saúde”.

Embora a osteogênese imperfeita ainda não tenha cura, existem alguns tratamentos que ajudam a melhorar a qualidade de vida da pessoa, reduzindo o risco e a frequência das fraturas.

Vaquinha

Todo o dinheiro arrecadado na vaquinha será para ajudar no tratamento da Antonella, comprar medicamentos que ela precisa e dar um melhor suporte financeiro para a família. Como somente o pai trabalha neste momento, a família passa por inúmeras dificuldades.

A história da Antonella chegou até nós pela Renata de Souza, que ajuda a garotinha junto com um grupo de amigos, que se mobilizou e busca por tratamento, casa e outros cuidados. Eles se tornaram verdadeiros anjos para a família.

Ela conta que a maior motivação para ajudar a Antonella é ver que mesmo com todos os problemas que a menina precisou enfrentar com tão pouca idade, ela consegue ser forte e ter sonhos.

“É importante a gente olhar pro lado e tentar fazer um pouquinho para outras pessoas. Todo mundo enfrenta uma luta interna e externa. Então é preciso olhar pro lado, ter mais empatia e, quando puder, ajudar”, completa Renata.

Antonella gosta de desenhar. Ela inclusive ganhou um curso de arte e está aproveitando muito. Estuda, está no terceiro ano e o sonho dela é andar e correr.

Então vamos ajudá-la nessa transformação? Você pode contribuir para o tratamento da Antonella! Basta acessar o Só Vaquinha Boa, escolher o valor, a forma de pagamento e confirmar a doação! Contamos com isso!

Antonella - Foto: arquivo pessoal
Antonella – Foto: arquivo pessoal
Antonella e a família, que é da Venezuela - Foto: arquivo pessoal
Antonella e a família, que é da Venezuela – Foto: arquivo pessoal
Antonella e os irmãos - Foto: arquivo pessoal
Antonella e os irmãos – Foto: arquivo pessoal