Jovem é a 1ª com síndrome de Down a se formar em universidade do Acre

-
Por Jéssica Souza
Compartilhar
Imagem de capa para Jovem é a 1ª com síndrome de Down a se formar em universidade do Acre
Rayssa, a 1ª com Down a se formar na universidade federal do Acre, também é nadadora profissional premiada - Foto: Arquivo Pessoal

Rayssa Braga de Menezes, 28 anos, se formou em Educação Física na Universidade Federal do Acre (Ufac). Ela é a 1ª com síndrome de Down a se formar na universidade.

“Quero ajudar as pessoas mais carentes a terem acesso, por meio da Educação e da prática física, aos meios que podem possibilitar mais qualidade de vida”, afirmou.

Paixão pelo esporte

Filha da professora aposentada Sofia Braga e do servidor público Francisco Moura, a mais nova licenciada é também nadadora profissional e premiada em diversas competições paraolímpicas municipais, estaduais e até nacionais.

Segundo a mãe, desde muito pequena Rayssa é apaixonada por natação. No ensino médio, a jovem começou a pensar na Educação Física como profissão para a vida.

Após realizar por duas vezes o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como treineira, ela finalmente conquistou uma vaga no curso a partir da terceira tentativa.

Desafios

Quando questionada sobre os desafios que a família enfrentou no sentido da inclusão, a mãe de Rayssa disse que a história da filha quebra inúmeros preconceitos.

“Quando ela entra para a universidade e se forma com muita competência e vontade, mostra para todos nós que pessoas com síndrome de Down não são incapacitadas, possuem habilidades, podem ser quem quiserem ser e devem ter os seus espaços garantidos, com uma política inclusiva que funcione. Existem dificuldades – e elas precisam ser consideradas -, mas não incapacidade”, acrescentou a professora aposentada.

Parabéns, Rayssa!

Foto: Arquivo Pessoal

Foto: Arquivo Pessoal

Com informações de Contilnet