Alunos brasileiros vencem prêmio mundial com projeto educativo inovador

-
Por Andréa Fassina
Compartilhar
Imagem de capa para Alunos brasileiros vencem prêmio mundial com projeto educativo inovador
Os alunos explicaram os problemas sobre a poluição física do Rio Tietêe criaram um sistema de “Redes de Drenagem” Foto: Divulgação

Alunos brasileiros foram vencedores da Maratona da Criatividade, promovida pela Full Sail University, na Flórida, EUA, uma das mais conceituadas universidades do mundo. Trata-se de um projeto sustentável e educativo.

A Escola Pueri Domus de São Paulo foi a campeã, com um vídeo que promove a sustentabilidade de uma maneira possível e acessível para o Brasil.

A universidade recebeu mais de 240 curtas-metragens na competição global, sobre a agenda de desenvolvimento sustentável 2030.

O Brasil disputou com USA, Índia, Colômbia e México, mas encantou os jurados com a apresentação do vídeo sobre água potável e saneamento.

O desafio 

Na competição, os estudantes foram desafiados a produzir um vídeo de até três minutos com propostas criativas para solucionar problemas relacionados à Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, elaborada pela ONU.

A premiação da Maratona anunciou como vencedor o grupo formado pelos alunos Eric, Eduardo, Jiahai e Thaís, do Ensino Médio do Pueri Domus na Aclimação, em São Paulo.

O projeto

Os alunos explicaram os problemas sobre a poluição física do Rio Tietê, mostrando soluções simples que podem contribuir para a sustentabilidade do rio. Eles criaram um sistema de “Redes de Drenagem”.

Segundo os alunos, tudo começou a partir do desafio de construir algo inovador. “O projeto começou quando soubemos da Maratona da Criatividade e do nosso desejo de fazer parte dela. No começo, estávamos lutando com novas ideias e pesquisas que nos deram inspiração que poderiam ser usadas em problemas no Brasil”, contaram.

Eles queriam criar um vídeo educativo, envolvente, com intenção de impactar diretamente o meio-ambiente e o planeta.

“O principal objetivo do projeto é mostrar que não precisamos de uma solução totalmente nova que resolva todos os problemas que as pessoas podem não estar dispostas a fazer. Em vez disso, podemos usar ou inovar soluções pequenas e fáceis já existentes, que acreditamos que eventualmente terão grandes impactos.”

E deu certo. Os estudantes conseguiram mostrar em um vídeo tão curto, o quão grande podem ser os reflexos de projetos criativos e educativos.

Os estudantes receberam orientação da coordenadora do Ensino Médio, Cintia Yamashita.

A escola em todo o momento auxiliou os alunos a se engajar no projeto, organizar a agenda e dividir papéis específicos para o vídeo. Eles também forneceram todo o equipamento e estrutura que foi usada para as cenas.

“A Full Sail sempre foi uma instituição parceira da nossa escola. Destaque para todo auxílio técnico, oferecendo aulas para o uso de ferramentas tecnológicas. A própria ideia da Maratona, embasada nas ODS, incentiva os jovens a refletirem e proporem ações. Enfim, a maratona foi muito bem estruturada, organizada e aplicada”, disse a  coordenadora.

“Nós estamos muito orgulhosos em ter alunos que puderam elaborar e produzir um vídeo assertivo, pensado em como propor soluções para questões ambientais na nossa própria cidade. Mais do que ganhar o prêmio em si, é contribuir através de uma voz, uma ideia, um vídeo, na construção de um mundo mais sustentável e igualitário.”

“Além de instigar a inovação, a Maratona da Criatividade teve como objetivo desenvolver o empreendedorismo, o trabalho em equipe, a liderança e a comunicação dos alunos, habilidades fundamentais para todo bom profissional nos dias de hoje”, afirma Carol Olival, Community Outreach Director da Full Sail University.

Assista ao vídeo:

Youtube tumbnail video