Medicamento para diabetes é duas vezes mais eficaz contra obesidade

3257
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Um medicamento usado atualmente para o tratamento para diabetes mostrou ser duas vezes mais eficaz que outras drogas no tratamento de obesidade e poderá ser uma alternativa à cirurgia bariátrica.

Um estudo da Northwestern Medicine, nos EUA – publicado no The New England Journal of Medicine – descobriu que, em uma dosagem mais alta, a semaglutida teve mais efeito que os medicamentos para perda de peso aprovados pela FDA, a agência de controle norte-americana.

Dr. Robert Kushner, professor de medicina e educação médica na Feinberg School of Medicine da Northwestern University, disse que os pesquisadores descobriram que, ao aumentar a dosagem do medicamento de 1 mg para 2,4 mg, ele se torna um dos melhores medicamentos do mercado para a perda de peso.

“É realmente a primeira vez que vimos um medicamento tão eficaz para o tratamento da obesidade.”

A semaglutida, vendida sob as marcas Ozempic e Rybelsus, é um medicamento usado para o tratamento do diabetes tipo 2.

Ensaio clínico

O ensaio de Fase 3 do estudo Semaglutide Treatment Effect in People with Obesity, que durou do outono de 2019 até a primavera de 2020, estudou 1.961 adultos com sobrepeso e adultos com obesidade em 129 locais em 16 países; 94,3% dos participantes completaram o ensaio.

Kushner explicou que os participantes que receberam o placebo junto com aqueles que receberam 2,4 mg de semaglutida foram orientados por um nutricionista.

“É muito importante para quem deseja obter ajuda para perder peso que tente seguir uma dieta para ajudar a restringir a ingestão de energia e que seja apoiado [enquanto aumenta] sua atividade física”, disse John Wilding, professor de medicina na Universidade de Liverpool e pesquisador.

Resultados

Cerca de 70% dos participantes perderam pelo menos 10% do peso corporal basal até o final do ensaio, e um terço dos indivíduos tratados com semaglutida perderam pelo menos 20% do peso inicial – uma redução semelhante à obtida, após um ou três anos, por pacientes que passaram por uma cirurgia para perda de peso.

Em média, Kushner disse que os participantes perderam aproximadamente 14,9% de seu peso corporal, tornando a semaglutida quase duas vezes mais eficaz do que outras drogas de controle de peso atualmente no mercado.

Injeção

A semaglutida, baseada em um hormônio natural encontrado no intestino, é liberada na corrente sanguínea por meio de uma injeção administrada uma vez por semana e atua suprimindo o apetite para reduzir a ingestão de calorias e a fome.

Após o ensaio, os participantes tratados com semaglutida relataram andar mais rápido e subir escadas com menos dor, e os pesquisadores descobriram melhorias na pressão arterial dos pacientes, controle da glicose e fatores de risco cardiovascular.

FDA

Wilding disse que o FDA está atualmente revisando o estudo e sua proposta, para o uso a longo prazo de semaglutida em uma dose mais alta para ajudar os indivíduos a perder peso e manter sua perda de peso.

Atualmente, o medicamento é vendido apenas para tratar diabetes.

“Pode ser que, ao juntar mais de um, possamos eventualmente alcançar o tipo de perda de peso que vemos com a cirurgia bariátrica, com medicamentos”, disse Wilding. “Acho que é aí está o futuro.”

Com informações do Chicago Suntimes