Jogador salva professora de estupro em parque e é condecorado

3309
O jogador Justin Herron que salvou a professora da agressão sexual - Foto: Divulgação/NE Patriots
O jogador Justin Herron que salvou a professora da agressão sexual - Foto: Divulgação/NE Patriots

Um jogador de futebol americano e um cidadão foram condecorados por salvarem uma professora aposentada de um estupro em um parque de Tempe, no Arizona, EUA.

Justin Herron, do New England Patriots e outro homem que estava no parque, ajudaram a senhora de 71 anos a se livrar da agressão sexual no último sábado 20.

O agressor foi preso e agora, eles são reconhecidos como heróis pela polícia de Tempe.

Gritos de socorro

Justin Herron estava caminhando no parque público quando ouviu gritos de “socorro”.

Ele correu até lá e viu que a professora resistia a uma tentativa de agressão sexual de um homem de 31 anos.

“Eu soube naquele momento que tinha que intervir”, disse o jogador à CNN.

Justin mandou que o homem parasse com aquilo e tirou o agressor de cima da senhora, com a ajuda de Murry Rogers, cidadão que estava no parque para o aniversário da filha e correu para prestar socorro também.

Herron disse que tenta “não ser muito agressivo com as pessoas, sabendo que posso machucar alguém”. Ele dominou o criminoso até a chegada da polícia.

O homem foi levado sob custódia e o caso será investigado.

“Se não fosse pelas ações rápidas do Sr. Justin Herro e do Sr. Murray Rogers, este ataque cruel poderia ter sido muito pior”, disse a detetive da polícia de Tempe, Natalia Barela.

Condecoração

Na última quarta, 24, Murry Rogers e o atleta Justin Herron foram condecorados com prêmios de serviço excepcional do Departamento de Polícia de Tempe.

A vítima e os “heróis” se encontraram pouco antes de concederem uma entrevista coletiva.

“Foi comovente vê-la, mas também doloroso ver como ela responde ao trauma e como está lidando com isso”, disse Herron. “Ninguém deve passar por isso”, concluiu o jogador.

Com informações da CNN e Metrópoles